loading...
Ovelha pasteurizado tenro

Ovelha pasteurizado tenro

É um queijo elaborado a partir do leite de ovelha pasteurizado. É comercializado em quatro tipos de maturação (pouco maturado, semicurado, curado e de cura prolongada).

formatos

-Cunha de 330 g.
‑Peça inteira de 3 kg aproximadamente ‑ Couvette de queijo fatiado de 250 g

conservação

A temperatura e a Humidade do ambiente são fatores determinantes na conservação do queijo.

A Fermentação do queijo acelera-se com temperaturas altas e é mais lenta quando a temperatura é baixa.

No tocante à humidade ambiental, se esta é excessiva forma-se bolor na casca; por outro lado, se a humidade é baixa, consequentemente o queijo endurece e seca.

O melhor sistema de conservação é envolver em papel de alumínio ou celofane (apenas o corte, pois o resto do queijo deve respirar) a uma temperatura não superior aos 14º (ideal 6º‑10º, p. ex., gaveta dos legumes do frigorífico) e com uma humidade de 70- 80%. Recomenda-se virar o queijo a cada 8 ou 10 dias.

É muito importante para apreciar todas as qualidades de cada queijo retirá-lo do frigorífico e da embalagem 15 minutos antes do seu consumo para que até o momento de ser consumido esteja a temperatura ambiente.

Quando lhe faltar cura, mantenha-o num lugar escuro, coberto e a temperatura ambiente.

apresentação

Conveniente sacar el queso del frigorífico y abrir el envase 15 minutos antes de que vaya a ser consumido, pues la temperatura adecuada para su ingestión debe rondar los 22º C.

Es muy importante el corte del queso, tanto por razones de conservación como por razones estéticas: este debe de ser limpio y fino de forma que la superficie de corte no presente irregularidades.

Pueden utilizarse cuchillos especiales de doble mango que facilitan el corte en dos mitades de las piezas o bien un cuchillo ordinario con la suficiente longitud de hoja para llegar fácilmente al centro del queso.

El cuchillo idóneo es el de un solo filo con punta redondeada.

Antes del corte, conviene atemperar el cuchillo. Esto se consigue sumergiendo la hoja durante unos instantes en agua caliente, secándolo posteriormente con un paño. El corte deberá ser angular, con vértice en el centro geométrico de la pieza, no cortando más cantidad de la que se vaya a consumir y dividiéndola posteriormente en láminas delgadas (de unos tres a cinco milímetros de espesor). La forma triangular de estas láminas será la de triángulos isósceles.

Quanto à sua apresentação, a forma ideal é apresentar o queijo já cortado em tábuas de madeira, mas como isto nem sempre é possível, servirá qualquer prato o mais raso possível, evitando ao máximo amontoar muito os pedaços uns sobre os outros.

maridagem

Los quesos tiernos se aprecian mejor si se acompañan de Tintos jóvenes o Rosados. Lembre-se de que esta é uma mera orientação, que não deve absolutamente ser tomada como norma. Afinal, gosto não se discute!